Se existem 11 artes, por que não desfrutarmos de todas?

Inicialmente esta lista apenas consistia de 7 artes, criadas num manifesto por Ricciotto Canudo em 1911, mas ao longo dos anos as coisas foram evoluindo e a lista foi aumentando, contendo atualmente 11 artes.

1ª arte: Música.

2ª arte: Dança/Coreografia.

3ª arte: Pintura.

4ª arte: Escultura.

5ª arte: Teatro.

6ª arte: Literatura.

7ª arte: Cinema.

8ª arte: Fotografia.

9ª arte: Arte Sequencial (BD).

10ª arte: Jogos de Computador e de Video.

11ª arte: Arte Digital.

Este blog foi criado para anunciar e divulgar a arte em todos os seus aspectos.

Sejam bem-vindos !

Chennai Express

Loading...

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Sou uma fã de Suzanne Woolcott



Já á algum tempo eu conheço uma garotinha, muito simpática, com um "q" cute, um "q" gotic  que está dentro das maiores aventuras e sempre muito elegante. Estou falando de uma bonequinha chamada Gorjuss, que aos poucos foi conquistando corações. Já a encontrei em desenhos, biscuit, feltro, em muitos estilos diferentes, mas a sempre e charmosa Gorjuss se destaca onde aparece.
Criada pela artista inglesa Suzanne Woolcott, a bonequinha famosa, Gorjuss tem uma marca que caracteriza suas diversas personagens, ela não tem boquinha...é igual a Hello Kitty, mas sempre moreninha e muito carismática e romântica.
Você pode encontrar Gorjuss no site da artista e também há muitas coisinhas charmosas que você pode comprar na lojinha virtual dessa doçura de menina, que são apaixonantemente irresistíveis.
Quer apostar que você vai amar...como eu? Vai lá conferir!


Site da Suzanne Woolcott: Gorjuss
Lojinha virtual: Gorjussart 

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Apanhadora de sonhos

Acabei de ler Wake da autora americana Lisa McMann e confesso que não foi logo de início que a história me cativou. 
Wake conta a história de Janie Hannagan, uma jovem de 17 anos, de família bem típica da atualidade, sem pai, sua mãe vive entre garrafas de bebidas e ela acaba tendo que trabalhar para se sustentar e estudar.
Janie é uma boa menina e consegue um emprego num asilo no qual se esforça com muito carisma e amor para se manter, mas ela esconde um segredo...entra sem ser convidada nos sonhos mais profundos de qualquer pessoa que esteja próxima á ela. Participa e sofre com esse "dom", tentando esconder de todos até Cabel
Strumheller, um rapaz de 19 anos, que ela conhece na escola, resolver participar, mesmo sem querer, de um de seus transes assustadores.
O casal acaba se envolvendo nas maiores e melhores partes do livro quando muitas coisas vão se ligando e formando uma trama animada, que desperta a curiosidade conforme o leitor vai se inteirando com os personagens, que na verdade são bem diferenciados, alguns chegam á dar medo e outros são até meio atrapalhados como a melhor amiga de Janie, Carrie Brandt   . 
O que não parecia uma história muito boa, que vive mudando de tipo de letra e pulando de um lugar para o outro acaba se tornando uma aventura emocionante, daquelas que promete no próximo livro, que é Fade e com certeza vai arrastar o leitor até Gone, se a trama continuar assim empolgante e atraente, mesmo que tenha demorado um pouquinho para se acostumar com o tipo do livro ...que de fato é diferente, mas nada com que não se acostume e acabe se apaixonando pelos personagens. 
Poderosa Janie Hannagan, vou acompanhar você até seu último sonho, e espero que Cabel esteja nele também, mas só como espectadora viu!

quarta-feira, 27 de abril de 2011

É uma música e uma mensagem!

Uma vez teve um incêndio na floresta
E os animais fugiam sem parar;
E o leão, na confusão, franziu a testa
Quando viu o beija-flor ficando lá,
Indo ao rio e pegando em seu biquinho
Um pouquinho d'água pra jogar
No incêndio, bem maior que passarinho
E o leão se interessou em perguntar:

"Por que é que você tá fazendo isso,
Se esse fogo é muito grande pra você?"
"Faço isso por que essa é a minha parte,
Eu lamento que você não quer fazer".

Esse exemplo de responsabilidade
Cada um de nós devia ter:
Bastam gotas de boa vontade
Pra que a gente possa então fazer...

Um mundo melhor
Pro futuro não ser mais apenas utopia
Pra esperança se realizar a cada dia
Pra que os nossos pais
Não tenham mais preocupações,
Pra todas as tribos, raças e nações

Mais pra maioria, menos para minoria,
A melhor maneira de fazer democracia.
Pra que todos possam ter a sua liberdade,
Liberdade mas sem irresponsabilidade.

Onde a gente não precise mais pedir ajuda;
Onde tudo pra melhor o tempo todo muda;

Pra gente só viver o amor e não fazer mais guerra;
Pro seres vivos, habitantes do planeta terra

Pra aqueles que trabalham para um novo mundo
Onde não exista medo nem por um segundo;
Há onde ninguém mata pra matar a fome
Pros homens de bem, e pro bem dos homens.

Pra consciência dos que tem tudo nesta vida,
Pra quem não tem nada, nem um prato de comida:


Um mundo melhor

terça-feira, 26 de abril de 2011

Morte e vida de Charlie St. Cloud

Onde termina a vida e onde começa a morte

                                                                                                                                                                                                   
      Você é surpreendida do começo ao fim e já tem os olhos de Zac Efran( e tudo mais) para imaginar o fiel, calmo e culpado Charlie pelo lugar maravilhoso que deve ser Marblehead, cercado do mar azul e das providências divinas. Só não concordei com a "fala" de um personagem, Florio, que afirma que o que a Bíblia diz sobre haver um tempo para tudo nessa vida não ser verdade. Pelo contrário, é muito verdade, há tempo sim para cada coisa acontecer, não como nós queremos, ou pedimos e imploramos, mas, como O Pai quer e faz acontecer, até milagres, em sua grande graça, basta acreditar e esperar para ver. Crer!
Morte e Vida de charlie St. Cloud, de Ben Sherwood é uma lição de força, esperança, vida e fidelidade.( by mundodesissy)

Ed e o Porteiro

  Este é Markus Zuzak e terror á parte, um de seus livros relaxante e divertido que, no meio de tantas palavras, digamos, de baixo calão, resolve dar uma lição ao leitor. Eu sou o mensageiro.
Primeiro você passa pelo nome do livro e finge que não percebe o esquema  e então entra de cabeça na vida de um taxista, um tanto pacato, conhecido como Ed, sua mãe muito tagarela__para não falar mau da velha logo de cara __e de seu fiel e melhor amigo do homem, Porteiro, um cão feliz, acomodado e viciado em café.
Markus Zuzak é o rei das sátiras e bom humor e Ed é um personagem que traduz tudo isso.
Muito cativante , Ed acaba, entre suas glórias e desgraças, fazendo com que o leitor perceba nele sua própria aventura na vida e destaca que é através delas que se aprende a crescer.
Cada carta de baralho recebida é uma missão para o super Ed descobrir como e por que ajudar alguém e ele encara essas aventuras como cada um deve encarar as suas, no final ajudando a si próprio.
 É uma descoberta ler o genial e emocionante Eu sou o mensageiro. Não se arrependerá!  (by mundodesissy)                                          

História? real ou ficção?

O Historiador de Elizabeth Kostova
Você não tem ideia do que essa autora faz com a cabeça de qualquer leitor!
Em O Historiador , Elizabeth conta uma historia absolutamente real e fictícia ao mesmo tempo e para decifrar onde a realidade acaba e onde começa a ficção é que se faz o x da questão.
Você com certeza já ouviu falar de um empalador, maldoso e cruel que viveu no século XV na Valáquia, não?
Tudo bem, deixe-me facilitar, que tal alguém chamado Vlad Drácula?
Ah, sim estamos falando da mesma pessoa!
A Historia começa com uma jovem que procura por seu pai e vai resvalando em lendas e teorias, tradições locais  e mitos de muitos países como a Bulgária e Romênia e a cada passo dado aumenta o mistério e as dúvidas de onde aquilo a levaria e ao leitor, pasmo, curioso e atento.
Elizabeth envolve com suas reais e detalhadas descrições de cidades e locais por onde a personagem vai passando, juntando peças e montando um final inesperado para a história, que faz a imaginação do leitor ficar á flor da pele, assim também como seus nervos.
Cada página lida é uma visão nova personalizada para surpreender e aterrorizar o leitor, com direito á leves arrepios e sentir o peso de olhos sombrios nas suas costas o tempo todo.
Atenção! Recomenda-se que leia o livro durante as longas horas do dia, e passe as noites á vigiar qualquer movimento na escuridão!         

Adoro livros em séries




 Ler livros em série é sempre muito bom, desde que os livros estejam disponíveis para evitar  a ansiedade.
  Entre muitas séries que já li, A Mediadora é uma das que eu mais gostei.
  São seis livros, da autora Meg cabot, que geralmente não fica devendo nada á ninguém quando o quesito é fantasia, ficção e muito romance sobrenatural.
  No primeiro livro da série A Terra das sombras eu conheci a nada convencional Suzannah. Uma adolescente, que acabara de mudar para quente e agitada  Califórnia, caindo de páraquedas numa praia chamada Carmel, ganhando de cara não um, mas três irmãos os quais ela carinhosamente apelidara de Dunga, Mestre e Soneca, um novo pai ( o seu pai falecera á mais de dez anos), um quarto só seu numa casa histórica de mais de um século, e de brinde que tinha um gato e um fantasma latino chamado Jesse alojados por tempo indetermindo nele.
  Suzannah tem um dom. É uma Mediadora e cabe á ela encaminhar os espíritos, que acabam de deixar seus corpos, para o além, seja lá onde isso for...por bem ou por mal, eles acabam indo.
  Em Arcano Nove, o segundo livro da série, Suzannah vai estar ás voltas da maior paixão de sua vida, mesmo que ela, Jesse, tendo 150 anos.
  Entre um trabalho e outro, em Reunião, o terceiro livro da série, Suzannah ganha um forte aliado, o padre Dom, que fica surpreso com as habilidades da moça e com seu "jeitinho" de realizar suas missões.
  Hora mais sombria, quarto livro, aparece Paul para complicar o romance e tudo mais. Dá para perceber que até os nomes dos próximos livros vão fazer efeito, principalmente do quinto livro da série, Assombrado que literalmente pôe fogo na história. È o clímax começando e deixando qualquer leitor de cabelo em pé, até que Crépúsculo chega, ainda apavorantemente aventureiro e aumenta a tensão.Todos os livros têm seu próprio clímax, mas o da história em si...só lendo mesmo para vocês entenderem e eu é que não vou contar...afinal estou aqui para aguçar a curiosidade não satisfazê-la! Horas essa!
Se é um livro de Meg cabot, recomendo.
Se é uma séire de Meg Cabot...corre atrás por que não é sempre que sobra alguma!( by Mundodesissy)

One Republic e seu Rock Alternativo

De Colorado Spring em 1996 para o mundo hoje a banda OneRepublic vêm sendo destacada com muitas canções, principalmente em seriados norte-americanos como Gossip Girls e The Vampire Diaries, entre outros que pegaram gosto pelo rock alternativo e delicioso destes 5 rapazes que trouxeram para á música suas letras românticas e relaxantes.
 Miley Cyrus em seu filme "A última música" têm na trilha sonora uma das músicas do OneRepublic mais tocada do primeiro album da banda "Tyrant" e no filme "Aprendiz de feiticeiro" destaca-se a música "Secrets"em duas versões. Veja como estes rapazes estão podendo!
 Não posso nem dizer que essa ou aquela música é a minha preferida porque adoro todas e até Sara Bairelles já deu o ar da graça num dueto com os rapazes e afirmou que eles são excelentes músicos e instrumentistas...o quê, claro, eu já sabia, ouvindo assiduamente Ryan no vocal, piano e guitarra, Zack na guitarra ou baixo, Eddie na percussão, o maravilhoso Brent no violão e principalmente no cello( e como ele toca gennnnnte) e Drew no violão ou guitarra. Como é perceptível todos tocam mais de um instrumento e fazem da banda um grande sucesso.
 Tenho um site legalzinho para quem quiser ouvir Onerepublic ou qualquer banda que mencionar aqui
http://www.kboing.com.br/ lá tem letras das música, cifras para quem arrisca e tudo mais ou vai direto para o youtube e veja os videos, são todos muito bons, ou também pode ir para o site do Fã Club Oficial Brasilhttp://onerepublicbrasil.com/site/ onde tem tudo isso juntinho só para curtir.

Trust Company

 Em geral a gente vicia sempre nas mesmas músicas, mesmas bandas e tal.Vamos variar pra varia?
Não precisa ser uma banda que acabou de ser lançada, nem aquela que a mídia está dando o maior destaque no momento, de repente basta ouvir e gostar. Foi o que aconteceu quando por um mero acaso, via um trailer de um filme chamado" Aquamam". Nome familiar? Sei, sei, mas estou falando do filme com aquele ator( que se você não conhece vale conhecer, Justin Hartley mais conhecido por trabalhar no aclamado Smallvile, mas enfim, foi onde eu ouvi a banda pela primeira vez, com a músicaDownfall e já gostei, como eu sempre digo.
Trust Company é uma banda do Alabama, que investe em rock alternativo com um bom toque de metal alternativo, e com aquele vozeirão todo, Kevin detona com o acompanhamento de James, Jason e Eric. São somente três álbuns da banda, de  2002, 2005 e o novíssimo Dreaming in Black & Whitesaindo do forno.
 São tantas as bandas, filmes , livros...só mesmo xeretando que de repente, surge certas maravilhas comoTrust Company e muitas outras. às vezes ser xereta tem bons resultados! (Mundodesissy)

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Jana Magalhães

Descobri numa volta pela net, Jana Magalhães e é claro ameiiiiiiiii sua arte!
Jana é uma ilustradora pura carioca, que desenha muito e gosta de trabalhar com personagens reais ou fictícios que encanta qualquer pessoa!
Até no título de meu blog coloquei Alice, by Jana Magalhães por que é tudo de mais charmoso na arte de desenhar, mas vou colocar outras gracinhas dela, por que falar é fácil, fazer é que é a arte se manifestando pelas mãos da artista.
Com vocês Jana Magalhães! Quer ver mais?
www.janamagalhaes.com

Na era dos Anjos

Traduzindo uma canção (1ªArte)
David Archuleta-Angel
Eu sento e espero
Um anjo contempla o meu destino
E eles sabem
Os lugares onde nós vamos
Quando estamos grisalhos e velhos?
Porque eu tenho dito
Que a salvação deixa as asas deles estendidas
Então, quando eu estou deitado na minha cama
Pensamentos correndo pela minha cabeça
E eu sinto o amor está morto
Estou amando anjos em vez disso

E através disso tudo ela me oferece proteção
Um monte de amor e carinho
Se eu estou certo ou errado
E para baixo da cachoeira
Onde quer que isso possa me levar
Eu sei que a vida não vai me quebrar
Quando eu vier chamar, ela não vai me abandonar
Estou amando anjos em vez disso

Quando estou me sentindo fraco
E minha dor caminha por uma rua de sentido único
Eu olho para cima
E eu sei que serei sempre abençoado com amor
E conforme o sentimento cresce
Ela aspira carne nos meus ossos
E quando o amor está morto
Estou amando anjos em vez disso

E através disso tudo ela me oferece proteção
Um monte de amor e carinho
Se eu estou certo ou errado
E para baixo da cachoeira
Onde quer que isso possa me levar
Eu sei que a vida não vai me quebrar
Quando eu vier chamar, ela não vai me abandonar
Estou amando anjos em vez disso

E através disso tudo ela me oferece proteção
Um monte de amor e carinho
Se eu estou certo ou errado
E para baixo da cachoeira
Onde quer que isso possa me levar
Eu sei que a vida não vai me quebrar
Quando eu vier chamar, ela não vai me abandonar
Estou amando anjos em vez disso

A melhor das artes é passar dela uma mensagem que impregna o coração.

I