Se existem 11 artes, por que não desfrutarmos de todas?

Inicialmente esta lista apenas consistia de 7 artes, criadas num manifesto por Ricciotto Canudo em 1911, mas ao longo dos anos as coisas foram evoluindo e a lista foi aumentando, contendo atualmente 11 artes.

1ª arte: Música.

2ª arte: Dança/Coreografia.

3ª arte: Pintura.

4ª arte: Escultura.

5ª arte: Teatro.

6ª arte: Literatura.

7ª arte: Cinema.

8ª arte: Fotografia.

9ª arte: Arte Sequencial (BD).

10ª arte: Jogos de Computador e de Video.

11ª arte: Arte Digital.

Este blog foi criado para anunciar e divulgar a arte em todos os seus aspectos.

Sejam bem-vindos !

Chennai Express

Loading...

terça-feira, 12 de julho de 2011

Eu li Orgulho e Preconceito

  Jane Austin é uma de minhas autoras preferidas: 
1º - Ela é britânica (escritoras inglesas tem sempre uma visão apropriada, verdadeira e gostam muito de escrever sobre décadas e séculos passados); 
2º -She is the womam...sério, mulheres escrevem romance melhor que homens, principalmente se derivados de comportamentos e deveres, relacionados a cultura ,educação, moral e bons costumes de determinada época.
Neste caso, relacionado ao início do século XIX, Orgulho e Preconceito trás a vida de Elizabeth e suas 5 irmãs, as quais a mãe quer casar rápido e de preferencia com alguém muito rico. Na época em que se passa a história, se não houvesse um herdeiro de sangue, do sexo masculino na família, toda a herança iria para um familiar mais próximo e a mãe temia a morte do marido antes que as filhas se casarem e temia mais que tudo, ficar á míngua. Toda a história é ironicamente engraçada, apaixonante, principalmente quando Elizabeth, entre o amor e o ódio, encontra Mr. Darcy. 
O orgulhoso e riquíssimo__ diga-se de passagem__ Mr. Darcy, demostra desdém e paixão pela garota que cria inúmeras e controversas situações, das quais na certeza, herdara habilidades da mãe__ que é um show á parte.
O livro tem uma linguagem antiga, claro, própria da época e talvez torne-se um pouco cansativa a leitura de suas 308 páginas e teve sua capa mudada por muitas vezes até a mais recente acompanhando o filme lançado em 2005, com Keira Knightley no papel da imortal Elizabeth e Matthew Macfadyen, como o Sr. Darcy (que lhe caiu como uma luva, por sinal)

Um comentário:

  1. Olá Sissy, sou fã de Jane Austen e penso que seria delicioso termos um 'clube de leitura de Jane Austen'.
    Essa é minha primeira visita ao "Sissy Entreartes" - já com gostinho de 'quero mais'! Voltarei!
    Bjão carinhoso,
    Ana M M Pereira
    LER ou não SER

    ResponderExcluir